Tabagismo

Como ajudar um dependente de nicotina e escolher o melhor tratamento?

17 de março de 2021
Compartilhe:
Como ajudar um dependente de nicotina e escolher o melhor tratamento?

Infelizmente, por mais que tenha havido, últimos anos, investimento dos órgãos de saúde em conscientização, de acordo com a Fundação Osvaldo Cruz, 11% da população brasileira é fumante.

E não para por aí. Conforme dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a cada ano, mais de 5 milhões de pessoas morrem de doenças relacionadas ao fumo.  Todas estas estatísticas deveriam servir de alerta para evitar que mais e mais indivíduos não enveredem pelo vício, mas não parece ser o que vem acontecendo.

Por ser uma droga legalizada, o cigarro de nicotina acaba se tornando um meio fácil e rápido de aliviar ansiedade e frustrações, desenvolvendo em seu usuário uma dependência psicológica. Quer saber como ajudar um dependente de nicotina a escolher o melhor tratamento? Não deixe de ler este artigo!

 

Quais as opções de tratamento?

Antes de pensar em opções para tratar a dependência de nicotina, é preciso que o fumante entenda que desenvolveu uma dependência e que precisa de ajuda para abandonar o vício.

Pode parecer simples, mas não é. Geralmente demoram meses ou até anos para que alguém realmente se convença disso. É preciso que o indivíduo tente parar por dezenas de vezes por sua própria conta e não consiga ou que apresente problemas de saúde que estejam sendo agravados pela dependência.

O que você pode fazer é dialogar o máximo que puder, trazendo informações e estatísticas que levem a pessoa a refletir sobre a sua condição e a decidir se tratar. Uma vez que ela faça este movimento, é a hora de estudar os tratamentos disponíveis.

 

Como escolher o melhor tratamento?

São diversas as possibilidades de tratamento a serem empregadas isoladamente ou em conjunto para ajudar cada paciente.

Neste post, daremos ênfase às opções medicamentosas, as quais, inclusive, estão disponíveis pelo SUS (Sistema Único de Saúde):

 

  • Adesivo transdérmico

Geralmente é colocado no dia em que a pessoa escolheu para iniciar seu processo de parar de fumar.  Ele pode ser usado por um período de 16 a 24h e possui liberação lenta de nicotina. Isso significa que, em determinados momentos do dia, os sinais de abstinência podem ficar mais fortes e, neste caso, recorrer à goma de mascar é uma opção a ser considerada. A dose de nicotina a ser usada no adesivo depende do peso do paciente e do seu grau de dependência. O uso dos adesivos geralmente ocorre nas primeiras seis semanas de tratamento.

 

  • Goma de mascar

Assemelha-se a um chiclete que a pessoa masca e assim a nicotina é liberada no organismo, diminuindo os sinais de abstinência. A goma passa pelo trato digestivo, sendo eliminada pelas fezes normalmente. Assim como o adesivo, a dose da substância é calculada em função do peso do paciente e do seu grau de dependência.

 

  • Cloridrato de bupropiona

Trata-se do princípio ativo de diversos medicamentos, como o Zetron, o Wellbutrin e o Bup, os quais são antidepressivos. Geralmente, a pessoa que abandona o cigarro pode ficar deprimida, tendo dificuldade para se concentrar em suas atividades e descontando na comida a ausência da nicotina, o que ocasiona ganho de peso. Assim, a medicação costuma ser bastante utilizada por médicos psiquiatras para ajudar a tratar pessoas que querem deixar de fumar.

 

É importante frisar que há também diversos tipos de terapias, assim como grupos de apoio os quais podem ser bastante úteis para ajudar um usuário de nicotina a se manter firme em sua decisão de abandonar o vício.

Clínicas de recuperação, inclusive, dispõem de especialistas habilitados que atendem casos assim em regine ambulatorial. O Busca Clínicas de Recuperação pode ser bastante útil para ajudar você a encontrar um local sob medida para as suas necessidades. Acesse a página hoje mesmo!

Blog

Você teria coragem de dizer que usou alguma droga ilícita?

Você teria coragem de dizer que usou alguma droga ilícita?

Confessar o uso de drogas é bastante difícil para o usuário, assim como reconhecer o vício

Como é a experiência com o abuso de drogas?

Como é a experiência com o abuso de drogas?

O abuso de drogas é definido como o uso excessivo de substâncias químicas. Essa prática pode ter um grave impacto sobre a mente, a saúde física e o bem-estar social do indivíduo

O vício em drogas é hereditário?

O vício em drogas é hereditário?

É muito comum que, diante de uma gravidez, as pessoas se preocupem com predisposições genéticas diversas, heranças que os pais podem passar aos filhos

Como fazer uma pessoa parar de beber pinga?

Como fazer uma pessoa parar de beber pinga?

O alcoolismo é uma doença que atinge uma parcela significativa da população