Uma plataforma EXCLUSIVA para você encontrar as melhores clínicas de recuperação do BRASIL!
Alcoolismo

Posso ficar bêbado com geladinho alcoólico?

13 de janeiro de 2022
Posso ficar bêbado com geladinho alcoólico?

Temos que combinar que quando o assunto é bebida diferente, jovens e adultos conseguem ir além da imaginação e preparar drinks diferentes e mais atraentes.

O geladinho alcoólico tem vários nomes, dependendo da região: geladinho, sacolé, chup chup, dindim e assim por diante.

Ao contrário dos que são vendidos para crianças, com sabores e cores diferentes, esse é feito com muito álcool.

O preparo é muito fácil, geralmente pegam caipirinha, caipiroska, ou qualquer outra bebida que a pessoa preferir, colocar nos saquinhos e deixar congelar.

É uma bebida gostosa, mas ao mesmo tempo pode deixar a pessoa bastante embriagada.

Sinais que o seu uso de álcool já fugiu do controle

Experimentar bebidas diferentes é bem atraente para quem gosta de beber, mas isso deve ser feito com cuidado.

O álcool é uma das drogas mais consumidas pelo homem, e é facilmente acessível.

Muitas pessoas já experimentaram ou tiveram algum contato com a bebida alcoólica em algum momento da vida. Algumas pessoas não gostam, mas outras gostam bastante e tendem a repetir a experiência com frequência.

Mas aí surge a questão, como saber quando o uso de álcool está ficando fora do controle e causando problemas?

Como saber se a pessoa se tornou dependente química dessa substância?

  1. Primeiro sinal: compulsão

O desejo de beber álcool sempre ganha, mesmo quando a pessoa determina que não irá beber no dia, ela se pega bebendo. A pessoa pode até estipular uma meta, estipulando o quanto irá beber, mas acaba bebendo mais e quando se dá conta já perdeu o controle. Esse é um dos primeiros sinais que o uso está ficando fora de seu controle e aí percebe-se que a pessoa está apresentando dificuldades em lidar com seus limites.

  1. Segundo sinal: tolerância

A pessoa começa a perceber que precisa tomar mais doses para obter o mesmo efeito de antes. O organismo cria uma tolerância ao álcool e por isso começa a precisar de doses maiores para sentir o mesmo efeito, e a longo prazo a pessoa passa a aumentar cada vez mais a quantidade para sentir o mesmo efeito de antes.

  1. Terceiro sinal: Abstinência

Este é um dos sinais mais graves e indica claramente uma dependência, mesmo que seja somente física. A abstinência ocorre quando a pessoa fica um período sem consumir álcool e aí seu organismo começa a sentir falta, fazendo com que a pessoa fique irritada, mal humorada, e em casos mais graves, pode apresentar dores fortes de cabeça, tremores, febre, calafrios, suor excessivo e náuseas. Esses sintomas demonstram claramente que o corpo já está dependente do álcool.

  1. Recaídas

Esse sinal fica claro quando a pessoa dá um tempo e para de beber por um certo período, que pode ser até de anos, porém ao tomar o primeiro gole não consegue ficar somente nele. O seu padrão de consumo excessivo retorna com força total e ele volta a beber em excesso, mesmo com um sentimento de arrependimento.

Esses tópicos demonstram que o uso de álcool pode ter se tornado uma dependência e para ser considerada dependente de álcool a pessoa precisa apresentar esses sinais.

Blog

Posso ficar bêbado com geladinho alcoólico?

Posso ficar bêbado com geladinho alcoólico?

Temos que combinar que quando o assunto é bebida diferente, jovens e adultos conseguem ir além da imaginação e preparar drinks diferentes e mais atraentes

Coma alcoólico em jovens e onde procurar tratamento?

Coma alcoólico em jovens e onde procurar tratamento?

Um coma alcoólico ocorre quando o individuo fica inconsciente devido aos efeitos do excesso do álcool no organismo, o que acontece quando a pessoa consome álcool de forma excessiva e descontrolada.

Codependência tem tratamento?

Codependência tem tratamento?

Ao contrário do que muita gente pensa, o uso de drogas não afeta apenas a saúde daquele que consome este tipo de substância.

Alcoolismo: tempo de tratamento e quando procurar ajuda

Alcoolismo: tempo de tratamento e quando procurar ajuda

O tratamento do alcoolismo acontece em fases. Primeiramente o indivíduo que sofre com o problema precisa se conscientizar do uso abusivo da substância